O que é um bacteriostático?

Um bacteriostático é um composto que tem o efeito de prevenir o crescimento bacteriano. Esses agentes não matam bactérias como compostos bactericidas, em vez disso, limitam a replicação adicional de bactérias no local onde são introduzidas. Vários antibióticos são agentes bacteriostáticos, sendo as tetraciclinas um exemplo notável. Enquanto as drogas que matam ativamente as bactérias são preferidas para muitos tipos de tratamentos, existem configurações em que esses medicamentos podem ser melhores para o tratamento de infecções bacterianas.

Essas drogas podem funcionar de várias maneiras diferentes, uma técnica comum é interferir com a replicação do DNA nas bactérias alvo ou inibir a produção de proteínas. Quando isso acontece, os organismos são incapazes de se multiplicar e, eventualmente, eles morrem, permitindo que o sistema imunológico os processe e os remova do corpo. Esta é uma razão pela qual terminar completamente um curso de antibióticos se crítico. Se alguém em uma droga bacteriostática parar de tomar, as bactérias inibidas podem começar a replicar novamente, fazendo com que a infecção se repita.

Os cursos desses medicamentos tendem a ser mais longos que os de alguns compostos bactericidas, porque é importante inibir completamente o crescimento bacteriano até que todos os organismos estejam mortos. Em doses elevadas, algumas dessas drogas também podem ser capazes de matar bactérias além de suprimir o crescimento. Um médico pode prescrever esses medicamentos por uma variedade de razões, dependendo da natureza da infecção do paciente e de outros fatores.

As empresas farmacêuticas também fabricam água bacteriostática para injeção. Este produto é tratado para que as bactérias não possam crescer nele enquanto é armazenada, transportada e preparada para entrega. Essas ampolas podem ser misturadas com outras soluções para injeção e utilizadas em ambientes clínicos e hospitalares no tratamento do paciente. Embora a própria solução seja bacteriostática, ainda é possível que a contaminação ocorra se o tiro não for realizado corretamente ou o ambiente não for mantido limpo.

Tal como acontece com outros antibióticos, existe o risco de que o uso de compostos bacteriostáticos de forma muito livre possa permitir que as bactérias desenvolvam resistência a eles. Por esta razão, esses medicamentos são apenas prescritos quando são claramente necessários, e os pacientes são lembrados de terminar os cursos de drogas para que eles não contribuam para o desenvolvimento de bactérias resistentes aos antibióticos. Tais bactérias podem ser especialmente problemáticas para pessoas com sistemas imunológicos comprometidos que não possuem defesas naturais rudimentares contra bactérias e outros microorganismos e que podem sofrer infecções graves como resultado.